Notícias

Perícia em computadores: o uso da tecnologia em investigações criminais

08/01/2019

Com o aumento de crimes digitais em empresas, a perícia em computadores tem se tornado uma ferramenta cada vez mais usada em processos judiciais

Apenas apagar um arquivo do computador não é suficiente para deletar os rastros, e muitas vezes é preciso mais do que a formatação da máquina para que os arquivos sejam removidos definitivamente. Por isso, em casos como invasão de servidores, destruição ou adulteração de informações sigilosas, é realizado um trabalho de perícia em computadores, em que profissionais resgatam dados e arquivos.

A análise forense computacional também é realizada em casos trabalhistas, como forma de coletar dados e preservar evidências para uso judicial com o objetivo de buscar fatos que comprovem o dano ou crime cometido para identificar o autor. Assim, a área forense computacional atua no combate a crimes digitais ao estudar a aquisição, preservação, recuperação e análise de dados armazenados em mídias computadorizadas.

Com o aumento de crimes digitais e a rápida evolução tecnológica, as empresas estão fazendo cada vez mais perícias em computadores, servidores e dispositivos móveis. Dessa forma, os crimes digitais mais frequentes envolvem aparelhos infectados por vírus e outros tipos de ameaças de segurança, descobertas de senhas de contas online, golpes de fraude em compras realizadas pela internet, cliques em e-mails fraudulentos e envio de informações sigilosas sobre a organização ou seus colaboradores.

Durante a investigação, os peritos digitais coletam e isolam o equipamento que será investigado, e depois são usadas ferramentas específicas que extraem os dados e coletam as informações presentes no dispositivo. Essas ferramentas possibilitam a recuperação de dados e arquivos deletados, identificação e quebra de criptografia, rastreamento de localização, pesquisa de palavras-chave e outras funcionalidades. Os profissionais realizam ainda relatórios detalhados e laudos periciais a partir de métodos científicos de acordo com o ordenamento jurídico brasileiro.

 

Fontes:

http://dev.vivaomundodigital.com.br/bsforensic/servico/pericia-forense-computacional/

https://blog.ipog.edu.br/tecnologia/conheca-as-principais-ferramentas-utilizadas-na-investigacao-forense-computacional/

https://www.tecmundo.com.br/o-que-e/3615-perito-digital-o-que-ele-faz-e-como-consegue-recuperar-informacoes-perdidas.htm

https://www.cbsi.net.br/2014/12/carreira-perito-forense-computacional.html

https://blog.ipog.edu.br/tecnologia/computacao-forense-pericia-digital-e-a-solucao-para-a-investigacao-de-crimes-ciberneticos-em-empresas/

https://blog.ipog.edu.br/tecnologia/conheca-as-principais-ferramentas-utilizadas-na-investigacao-forense-computacional/